O que foi que explodiu sobre a Rússia em 15/03/2013

A enorme explosão de um meteoro sobre a Rússia no último dia 15 deixou os cientistas realmente intrigados e espantados, claro que isso ocorreu porque foram pegos de surpresa e o evento foi bem significativo. Talvez a coincidência com a passagem do asteroide no mesmo dia e a surpresa total desse meteoro na Rússia horas antes motivou ainda mais a busca por informação. Afinal, o que explodiu sobre a Rússia?

Foi mesmo um meteoro. Só que agora os cientistas estão reunindo as pistas deixadas e montando o cenário de como isso ocorreu e com que força. Um das estruturas de medição que estão usando é o CTBTO que mede infra-sons, que são sons de baixa frequência que não escutamos, elefantes escutam 🙂

O CTBTO é usado para monitorar testes com bombas atômicas e essa explosão do meteoro na Rússia foi o maior já detectado pelo sistema. Ao entrar na atmosfera o meteoro causou esses sons que em ondulações atingiram os aparelhos.

Com os dados do CTBTO algumas informações podem ser calculadas e assim eles obtém dados como a trajetória do meteoro, sua velocidade e potência da explosão na atmosfera.

Veja o que descobriram:

    O meteoro atingiu a atmosfera da Terra a 64.360 km/h e explodiu e pedaços a pouco mais de 20 mil metros de altura e teve uma força de explosão de 470 quilotons de dinamite, para comparação a primeira bomba atômica produzia “somente” de 15 a 20 quilotons.

cinturão asteroides
A origem mais provável desse meteoro é o cinturão de asteroides (imagem acima) do nosso sistema solar e que fica entre as órbitas de Marte e Júpiter. (link aqui)

Os dados do CTBTO foram colocados nesse vídeo para que possamos escutar o que não podemos:

Post via Boingboing

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *