Filhote de papagaio ameaçado. Uma boa notícia para o mundo animal

O Papagaio Cara Roxa (Amazona brasiliensis) é uma ave que está ameaçada e se encontra na categoria “vulnerável” de classificação e qualquer esforço feito para reproduzir esse lindo animal é sempre louvável e deve ser divulgado, aqui é o lugar certo para isso 🙂

A Prefeitura de São Carlos mantém o Parque Ecológico “Dr. Antonio Teixeira Vianna” e tem a frente o administrador e biólogo Fernando Magnani, nesse local foi onde nasceu esse belo filhotinho.

Foto: ARIANE MARIA LEONI

Note que as penas do filhote ainda estão ganhando cores e formas, depois disso ele vai ficar com cores maravilhosas como seus pais, veja as fotos:

Foto: ARIANE MARIA LEONI

Foto: ARIANE MARIA LEONI

Agora deixo com você o texto que enviaram para nós do Fofichos.com com todas as explicações do processo reprodutivo e contatos para visitas. Aliás deve ser um ótimo local para os amantes do animais fazerem um passeio!

Segundo o biólogo e administrador do parque, Fernando Magnani, informações recentes mostram que a espécie está restrita às matas litorâneas remanescentes das regiões Sudeste e Sul do Brasil. “Esta ave tem como características a plumagem verde, com testa e loros vermelhos, cabeça com lados azuis e garganta roxa, sendo que esta última característica originou seu nome popular”.

Magnani lembra que a beleza desta ave foi homenageada nos anos 80, ilustrando selos. Comemorando a conquista, que para ele, demonstra que muitas promessas de sucesso nesta área de reprodução em cativeiro se concretizarão em 2011, Magnani disse que o filhote nasceu em fevereiro. “Mas ele deixou o ninho somente no último dia 13 de março”.

A Reprodução – Para o biólogo, o sucesso reprodutivo em cativeiro é resultado da dedicação e constante pesquisa da equipe técnica do Parque Ecológico e empenho dos funcionários responsáveis pelas aves. “O casal de Papagaio Cara Roxa recebeu condições apropriadas para sua reprodução através da transcrição do ambiente natural, que é fundamental para o bem-estar da espécie. O casal contou com exames de saúde, alimentação rica e balanceada, recinto adequado com galhos e poleiros, abrigo do sol, vento e chuva, além de dois ninhos artificiais para a escolha, com formatos e materiais diferentes”.

E o resultado foi positivo. O filhote já pode ser observado junto aos pais, no recinto em exposição próximo do berçário. “Ele é diferenciado pelo colorido da face que ainda se apresenta desbotado”, explicou Magnani.

Um dos tratadores responsáveis pelo setor em que o papagaio está abrigado, Ronaldo Rodrigues dos Santos, ficou muito contente e declarou: “Agora vou tentar que outras aves do meu setor reproduzam também”.

Para Visitar – Magnani salienta que a visita da população é muito importante para contemplar as aves e valorizar o trabalho. Além da reprodução para a conservação da biodiversidade, o biólogo destaca que este fato também desperta e intensifica a consciência de preservação das pessoas através do conhecimento.

O Parque Ecológico Municipal fica aberto para visitação pública de terça-feira à sábado, das 8h00 às 16h30. No domingo o horário de funcionamento é das 8h00 às 17h30. A entrada é gratuita. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones 3361-4456 e 3361-2429 ou pesc@pesc.org.br.

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *